13/11/27 00:00:00

21/10/2013 20h54 - Atualizado em 21/10/2013 20h54


Grupo é suspeito de pagamento de propina para liberar pessoas detidas.

Delegado Fernando Camarota Filho não quis comentar sobre o assunto.

Do G1 Zona da Mata

Comente agora

O delegado da Polícia Civil Fernando Camarota Filho e outros cinco detetives foram denunciados nesta segunda-feira (21) pela Promotoria de Justiça do Crime Organizado de Juiz de Fora, em conjunto com as Promotorias de Justiça Criminais, à 4ª Vara Criminal de Juiz de Fora. Na denúncia consta que as investigações conduzidas pelo Ministério Público (MP) concluíram que os policiais, que atuavam na Delegacia de Policia Especializada em Tóxicos e Homicídios, em formação de quadrilha praticaram uma série de crimes entre 2010 e 2011 contra a administração pública, como corrupção passiva, concussão, peculato e prevaricação. O delegado Fernando Camarota Filho foi procurado pelo G1, mas por telefone informou que prefere não comentar sobre o caso. Os demais suspeitos não foram localizados para se pronunciarem sobre a denúncia.


Segundo denúncia, eles mantinham ligações com traficantes locais, recebendo e exigindo deles pagamento de propina para liberação de pessoas detidas e materiais apreendidos durante operações policiais, bem como para deixar de lançar ou dar incorretamente informações nos expedientes investigatórios instaurados no âmbito da delegacia onde atuavam.

De acordo com a denúncia, Camarota comandava a quadrilha. Ainda conforme a denúncia, os nomes dos denunciados já tinham sido mencionados na Operação Corvina, deflagrada pela Polícia Federal em dezembro de 2007, como envolvidos com jogos de azar.

O G1 entrou em contato com o delegado Fernando Camarota Filho e ele preferiu não comentar sobre o assunto. Os nomes dos demais envolvidos não foram divulgados porque não foram encontrados para falar sobre o caso.

...

Banner

Banner

Banner

Siga-nos:

© copyright 2009 - TODOS direitos reservados a prioridade máxima
DESENVOLVIDO POR CROSS COMUNICAÇÃO